Universidade de Coimbra

Para discussões e informação relacionadas com o Coronavírus COVID-19.
Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11964
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Universidade de Coimbra

Mensagem por Pedro »

As aulas presenciais e todas as actividades sociais encontram-se suspensas na Universidade de Coimbra já há alguns dias.

Neste momento, as aulas estão a decorrer remotamente. A última informação recebida oficialmente da Universidade indicava que esta medida seria temporária (até 25 de Março), mas neste momento tudo aponta para se prolongar pelo menos até 9 de Abril.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11964
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Universidade de Coimbra

Mensagem por Pedro »

Cortejos da Queima das Fitas e da Latada fundidos

A Queima das Fitas vai ocupar o espaço temporal da Festa das Latas pois irá realizar-se em Outubro, segundo anunciou a Direcção-Geral da Associação da Académica de Coimbra (DG/AAC) devido à pandemia do coronavírus. Contudo, os estudantes, através do Facebook oficial desta festa académica, colocaram diversas questões à organização com esta a explicar que vai juntar as duas festas no que ao cortejo diz respeito.

Fonte: Diário de Coimbra
Um adiamento que já era esperado.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11964
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Universidade de Coimbra

Mensagem por Pedro »

Num e-mail enviado pelo reitor, a Universidade de Coimbra informou que as aulas presenciais estão suspensas até ao final deste ano lectivo, que os exames passam para meios digitais e que o período de pausa lectiva da Queima não irá existir.

Segue-se o texto do e-mail:
Cara Colega,
Caro Colega,
Em cumprimento das orientações da Direção Geral da Saúde, bem como do Despacho n.o 2836-A/2020, de 2 de março, com o propósito de promover a contenção do Coronavírus (COVID 19), o Despacho Reitoral n.o 38/2020, de 9 de março, aprovou um conjunto de medidas preventivas neste contexto, determinando a suspensão de toda a atividade letiva presencial na Universidade de Coimbra, bem como a sua substituição por métodos digitais para a promoção do ensino a distância, durante o período de pelo menos 15 dias seguidos.

Por sua vez, o Despacho Reitoral n.o 41/2020 veio prorrogar os efeitos do Despacho Reitoral n.o 38/2020 até ao próximo dia 9 de abril, prevendo que nessa data se procedesse à reavaliação das medidas nele previstas em função da evolução da situação epidemiológica.

Em conformidade, com o envolvimento de toda a comunidade académica, a Universidade de Coimbra envidou todos os esforços no sentido de criar condições para se adaptar a esta nova realidade e assegurar que o ensino possa ser ministrado à distância a todos os estudantes.

Em face das orientações que têm sido emanadas pela Direção Geral da Saúde e tendo sido prorrogado o estado de emergência, não é previsível que venham a estar reunidas, até ao final do ano letivo em curso, as condições que permitam retomar as atividades letivas em regime presencial. Acresce ainda o facto de, decorrente da incerteza instalada, a estabilidade emocional de toda a comunidade académica dever ser considerada um valor maior, a que se junta a necessidade de todos os estudantes (nacionais e internacionais) serem tratados de igual forma, razão pela qual também se torna necessário planificar atempadamente o que resta do atual ano letivo.

Neste contexto, determino:

A suspensão de toda a atividade letiva presencial na Universidade de Coimbra, bem como a sua substituição por métodos digitais para a promoção de um ensino a distância, até ao final do ano letivo 2019/2020;

A transição de todos os regimes de avaliação para meios digitais;

A manutenção do calendário escolar para o ano letivo em curso, aprovado por Despacho Reitoral n.º 19/2019, de 7 de fevereiro, com exceção do período de pausa letiva da Queima das Fitas que passará a integrar o período letivo.

O Reitor,
Amílcar Falcão

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11964
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Universidade de Coimbra

Mensagem por Pedro »

Foi publicada uma recomendação no site da Direção Geral do Ensino Superior que pede às Universidades e Politécnicos para prepararem até final do mês planos que permitam levantar as medidas actualmente existentes. O objectivo é permitir o regresso às aulas presenciais a partir de 4 de Maio.

Ainda não há informação sobre se isto altera os planos da Universidade de Coimbra.

Avatar do Utilizador
bluestrattos
Lendário
Lendário
Mensagens: 2164
Registado: domingo, 06 março 2005 22:49

Re: Universidade de Coimbra

Mensagem por bluestrattos »

Esta altura deveria servir para aumentarem a sua oferta de cursos para totalmente remotos. Se há cursos que precisam de ser presenciais, existem outros que podem ser ser totalmente on-line/virtuais.
Esta abertura só vai fazer voltar tudo á estaca zero, pois não estou a ver a alunos, professores, funcionários, cumprirem regras de distanciamento social, higiene, luvas, máscaras... :roll:

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11964
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Universidade de Coimbra

Mensagem por Pedro »

Ainda não recebi comunicação oficial da UC a contrariar a posição inicial deles, pelo que deve ser para manter. A UM e a UA já avisaram que irão manter as aulas remotas até final do ano lectivo. Penso que a UP está a ponderar regressar.

Quanto a testes, pelo que percebi geralmente têm sido feitos colocando o enunciado no InforEstudante, para os alunos irem buscar e responder em papel. Depois tiram fotografia e fazem upload das respostas.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11964
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Universidade de Coimbra

Mensagem por Pedro »

A UC já enviou o comunicado oficial. Aulas presenciais e exames mantêm-se à distância. Estágios ficam dependentes da vontade dos alunos e da entidade que os acolhe. Eis o plano de retoma:
Assim sendo, a UC assume as seguintes medidas a implementar a partir de 04 de maio:
1. Manutenção até final do presente ano letivo da regra pré-estabelecida do regime não presencial das aulas de todos os ciclos de estudos, excetuando-se:
(a) os Estágios Curriculares que deverão retomar a sua condição presencial, ficando sempre dependentes da vontade expressa do estudante e da entidade de acolhimento;
(b) os casos de estudantes de Doutoramento e Mestrado que necessitem de dar continuidade à investigação inerente às respetivas Teses e Dissertações, salvaguardados os pressupostos e cuidados de distanciamento social e proteção coletiva e individual.

2. O Calendário Escolar em vigor irá manter-se até ao final do ano letivo, estando programado o seu término a 31 de julho de 2020.

3. Os estágios de Verão (extracurriculares) a realizar em maio e junho decorrerão a distância, existindo a hipótese de os mesmos se realizarem em regime presencial a partir de 01 de julho, ficando sempre dependentes da vontade expressa do estudante e da entidade de acolhimento.

4. As épocas de exame (normal, recurso e especial) manterão a obrigatoriedade de se realizarem a distância.

5. Na época especial, mantendo-se a obrigatoriedade da existência da avaliação a distância, poderá coexistir simultaneamente a avaliação presencial com as necessárias medidas de segurança acauteladas (sob responsabilidade das Unidades Orgânicas), tendo de ser realizada no mesmo dia, hora e condições, sendo o método de avaliação exatamente igual ao proporcionado aos estudantes na versão a distância.

6. A opção pela avaliação presencial em simultâneo com a avaliação remota pressupõe a assunção, por parte das Unidades Orgânicas, da responsabilidade pelas condições logísticas para o efeito (salas, docentes vigilantes, higienização, proteção individual, entre outras) e a garantia por parte dos docentes de que as classificações são lançadas em tempo útil de modo a concluir o ano letivo no prazo previsto.

7. A existirem as referidas condições (cf. Ponto 6) e, como tal, a possibilidade de a avaliação a distância coexistir com a avaliação presencial, os estudantes devem ser livres de decidir o tipo de avaliação que pretendem efetuar.

8. O Calendário de Exames terá de ficar definido, como previsto, até ao dia 08 de maio de 2020.

9. As Unidades Orgânicas deverão estabelecer regras internas que permitam que os estudantes frequentem as suas instalações com o propósito de poderem ter acesso à eduroam para efeitos de estudo e de realização de exames a distância, cumprindo as regras de distanciamento social e práticas de proteção coletiva e individual.

10. As Bibliotecas deverão estar abertas adotando um regime próprio que permita que se cumpram as regras de distanciamento social e práticas de proteção coletiva e individual, devendo disponibilizar até cerca de um terço (1/3) da sua capacidade máxima.

11. Toda a atividade de Investigação deverá voltar ao seu normal funcionamento, garantidas que sejam todas as recomendações emanadas pelo Governo e Autoridades de Saúde, nomeadamente no que diz respeito ao cumprimento das regras de distanciamento social e práticas de proteção coletiva e individual.

12. As Cantinas irão continuar a prestar serviço de take-way, podendo retomar o consumo e serviço de refeições no próprio espaço mediante a evolução da situação, e desde que se cumpram as regras de distanciamento social e práticas de proteção coletiva e individual emanadas pelo Governo e Autoridades de Saúde.

13. As Residências irão manter-se abertas, cumprindo-se todas as recomendações em vigor por parte da DGS para esta tipologia de oferta. Os estudantes deverão ser alvo de uma avaliação médica na UC no momento da sua entrada para as residências.

14. As Instalações Desportivas e Culturais deverão reiniciar a sua atividade em linha com as orientações emanadas pelas entidades competentes.

15. As reuniões de júris de Mestrado e de Doutoramento, júris dos concursos no âmbito das carreiras docentes do ensino superior e da carreira de investigação científicas, realização de provas públicas e reuniões de órgãos de governo e de gestão deverão manter-se em regime telemático (vídeo ou teleconferência).

16. Toda a atividade administrativa da UC deverá privilegiar o teletrabalho e o atendimento não presencial, sempre que tal seja viável.

17. É também recomendável que exista um sistema de rotatividade entre os trabalhadores, excluindo os que se encontrem nos grupos de risco e aqueles que, por decorrência da lei, estejam em condições de, unilateralmente, solicitar a prestação de trabalho naquele regime.

18. A UC continuará a promover e a consolidar a total desmaterialização de processos e procedimentos.

19. A UC irá disponibilizar os equipamentos de proteção individual que se revelem necessários à implementação do Plano, bem como de todos os materiais desinfetantes e de limpeza necessários para garantir a concretização das medidas de higiene recomendadas pelas autoridades de saúde.

20. A UC encontra-se a ultimar a planificação do ano letivo 2020/2021, tendo em conta a incerteza do momento e consequentes cenários que se afiguram possíveis.

A implementação do plano para levantamento progressivo das medidas de contenção atualmente existentes, tal como referidas neste documento, ficará sempre sujeita à avaliação da situação, às orientações do Governo e das Autoridades de Saúde.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11964
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Universidade de Coimbra

Mensagem por Pedro »

Foram enviadas duas informações aos alunos:
- a entrada nos edifícios vai passar a ser permitida apenas a portadores de cartão da universidade, para passar a ser feito controlo de número de pessoas em cada edifício;
- os alunos que quiserem terão acesso a aulas remotas (mas não foi adiantada mais informação sobre como o farão).