Jardins do Mondego

Para conversar e discutir temas relacionados com Coimbra
Avatar do Utilizador
ShichiAkaAkuma
Veterano
Veterano
Mensagens: 798
Registado: domingo, 21 novembro 2004 16:35

Jardins do Mondego

Mensagem por ShichiAkaAkuma »

Piso a mais está por justificar

Imagem

João Rebelo diz não estar justificada «do ponto de vista urbanístico a proposta referente ao aumento do número de pisos dos actuais lotes» do loteamento dos Jardins do Mondego, considerando, no entanto, «positiva» a apresentação de uma proposta urbanística que faça a ligação entre este empreendimento, o Plano de Pormenor para o Vale da Arregaça e a 5.ª fase do Parque Verde do Mondego (entre a fase já construída e a Ponte Rainha Santa Isabel).
O vereador responsável pelas Obras Municipais informou ontem que a obra foi embargada em 28 de Março último, sem audiência prévia, e por despacho do próprio João Rebelo «na sequência de acções de fiscalização» da autarquia, que detectaram a construção de pisos a mais naquele empreendimento. E isto mesmo depois de o dono da obra ter apresentado, dez dias antes, um pedido de informação prévia relativa à extensão do empreendimento, «por aquisição de terrenos anexos ao loteamento aprovado».
Tanto o embargo como o consequente processo de contra-ordenação foi decidido, explicou João Rebelo, «independentemente da apreciação do pedido de informação prévia» que deverá ser levado em breve à reunião do executivo camarário para discussão. Quer isto dizer que, até lá «a obra está embargada e os trabalhos suspensos», continuou o vereador, fazendo questão de frisar que as considerações tomadas em relação a não estar justificado, do ponto de vista urbanístico, o aumento dos pisos, surgem «sem prejuízo da informação do pedido de informação prévia, a submeter a deliberação do executivo».
O vereador da CDU, Jorge Gouveia Monteiro, aproveitou para questionar João Rebelo do porquê de, apesar do embargo de 28 de Março, na passada semana «estarem a decorrer trabalhos» no local, nomeadamente da construção da base da cobertura, denunciando, assim, o «à-vontade» do dono da obra em continuar os trabalhos, apesar da ordem de paragem da autarquia. «É de um grande descaramento o que se está ali a passar», desabafou, considerando que «a Câmara tem todas as razões para estar muito atenta a tudo que ali se passa».
Em resposta, João Rebelo explicou que «não colherá da parte do construtor o argumento de que não tenha sido feita a selagem do local, porque a selagem está feita». Para além disso, garante que «a gravidade desta questão será sancionada no processo de contra-ordenação que está a decorrer em paralelo».
Já os socialistas preferem esperar «pelo debate», no entanto, não deixaram de considerar «estranho» que «uma construtora com investimentos tão avultados esteja a avançar para um comportamento destes sem ter alguma segurança». Seja como for, adiantou António Rochette, «a Câmara deve ser exemplar nesta questão. Depois de termos aprovado a demolição de uma garagem por questões de ilegalidade, não faz sentido que não façamos o mesmo aqui», rematou.

in Diário de Coimbra
Para quem não sabe, isto é a Urbanização da Ínsua dos Bentos que está a ser construída.

P.S.: Pelos vistos, a 4ª e a 5ª fase do Polis vão em frente.

Dracula
Experiente
Experiente
Mensagens: 273
Registado: segunda-feira, 28 março 2005 12:17

Mensagem por Dracula »

Pois.. :evil: A tal urbanização que resultou da negociata entre a antiga administração da camara (vulgo machadinho e afins) e o dono dos terrenos onde fica o polis...Porque é que não me supreende que isso já esteja a dar em mer* também? :evil:

Raios...não gosto mesmo nada dos gajos :lol:

Otyg
Regular
Regular
Mensagens: 104
Registado: sexta-feira, 10 dezembro 2004 14:11

Mensagem por Otyg »

Só se vem predios e lojas...e industria? :wink:
Deviam era embargar essa cena de vez...deve tar a tapar as vistas ao pessoal da rua de cima...

Avatar do Utilizador
Pretender
Experiente
Experiente
Mensagens: 345
Registado: terça-feira, 12 abril 2005 17:18

Mensagem por Pretender »

Otyg Escreveu:Só se vem predios e lojas...e industria? :wink:
Aqui está uma grande verdade :roll:
Indústria nem vê-la... é só comércio :roll: :roll:

Avatar do Utilizador
pedrotuga
Lendário
Lendário
Mensagens: 1355
Registado: sexta-feira, 17 dezembro 2004 2:29

Mensagem por pedrotuga »

E eu sou mais um a apontar o dedo à pouca vergonha.

Prédios e mais predios...

Nem no ano 2005 depois de tanta borrada urbanistica feita se tem bom senso.

Avatar do Utilizador
ShichiAkaAkuma
Veterano
Veterano
Mensagens: 798
Registado: domingo, 21 novembro 2004 16:35

Mensagem por ShichiAkaAkuma »

Fim da polémica dos Jardins do Mondego

A polémica em torno da urbanização Jardins do Mondego, situada em frente ao Parque Verde da cidade, foi resolvida pela Câmara Municipal de Coimbra.
A construtora do loteamento avançou para a construção do oitavo piso sem licenças. Após uma inspecção rotineira e detecção da situação, João Rebelo, vereador do Urbanismo da Câmara, assinou o despacho de embargo da obra e ordenou a abertura de um processo de contra-ordenação.

Perante o embargo o titular do alvará do loteamento apresentou um pedido de informação e uma proposta de alteração. O aumento de sete para oito pisos nos prédios em construção, a extensão do loteamento para terrenos anexos e a construção de quatro novos lotes são os elementos presentes na proposta da construtora.

João Rebelo considera positiva a proposta urbanística de ligação entre o loteamento, o Parque Verde e o Plano de Pormenor do Vale da Arregaça, mas não aprova o aumento de pisos dos prédios em construção.

A discussão da proposta apresentada pela construtora vai ser tomada, apreciada e decidida em executivo municipal. À partida vai ser uma reunião quente tal como a de ontem, onde o socialista António Rochette frisou que é estranho que a construtora avance com a obra com alguma segurança mesmo tendo em conta a situação.

in RUC
Fim da polémica???... :?

Avatar do Utilizador
Pretender
Experiente
Experiente
Mensagens: 345
Registado: terça-feira, 12 abril 2005 17:18

Mensagem por Pretender »

Lol quem escreveu esse título deve ter bebido e bem :D

Já que a câmara está a precisar de dinheiro (quem é que não está :roll: ) que multe o construtor de forma exemplar!
Eu não deixava lá construir mais nada, aliás se fosse eu que mandasse ali naquela zona não deixava lá ter construído esses mamarrachos...

Avatar do Utilizador
pedrotuga
Lendário
Lendário
Mensagens: 1355
Registado: sexta-feira, 17 dezembro 2004 2:29

Mensagem por pedrotuga »

Subscrevo integralmente.

Avatar do Utilizador
duffy
Lendário
Lendário
Mensagens: 3475
Registado: domingo, 14 novembro 2004 22:54

Mensagem por duffy »

Pretender Escreveu:Lol quem escreveu esse título deve ter bebido e bem :D

Já que a câmara está a precisar de dinheiro (quem é que não está :roll: ) que multe o construtor de forma exemplar!
Eu não deixava lá construir mais nada, aliás se fosse eu que mandasse ali naquela zona não deixava lá ter construído esses mamarrachos...
A câmara está a precisar de dinheiro... mas se calhar alguém k ta neste processo poderá estar a precisar mais.... e mais um piso vai render mt ao constructor, se ele n soubesse k se vai safar neste processo axo k n se aventurava mt a fazer o k está a fazer.... mas pronto... estamos em Portugal, isto é o prato do dia a dia :roll:

Avatar do Utilizador
ShichiAkaAkuma
Veterano
Veterano
Mensagens: 798
Registado: domingo, 21 novembro 2004 16:35

Mensagem por ShichiAkaAkuma »

Prédio construído em zona verde

Ninguém se lembra de nada, ninguém sabe se é o que não é ou o raio o que o parta... É um espectáculo...

Avatar do Utilizador
dawn_to_dusk_
Lendário
Lendário
Mensagens: 1416
Registado: sexta-feira, 21 janeiro 2005 0:32

Mensagem por dawn_to_dusk_ »

entao metam aquilo abaixo! tb n curto muito aqueles predios... se fosse uns bares, uns jardins e umas discotaskas é que era!

Avatar do Utilizador
Al Capone
Experiente
Experiente
Mensagens: 345
Registado: terça-feira, 21 dezembro 2004 1:03

Mensagem por Al Capone »

A possibilidade da construçãp nakeles terrenos foi 1 contrapartida dada ao proprietario dos terrenos onde foi feito o Parque Verde!
Sem predios n havia Parque Verde!
O construtor ja sabia q ia fazer mais 1 piso do q o permitido, mas omitiu pq assim ja com ele feito paga a multa que de certeza mais baixa do que o lucro q vai ter a vender as Penthouses q fez a mais por 170.000 contos!
E sim,leram bem, é contos! :lol:
ja conteceu outras vezes em coimbra a mm situacao!

Fikem Bem!

Avatar do Utilizador
brainless
Novato
Novato
Mensagens: 34
Registado: quinta-feira, 14 abril 2005 11:22

Mensagem por brainless »

Eu acho toda a situação uma pouca-vergonha!
Custa-me a acreditar que estejamos perante factos consumados, pois enquanto a construção não estiver concluida pode ser embargada e parcialmente demolida (acho eu). Agora é necessário ter mão de ferro, rectificar a situação (doa a quem doer), e punir os responsáveis! Situações como as da ponte, em que a culpa não foi de ninguém não se podem repetir!

Avatar do Utilizador
Lino
Mítico
Mítico
Mensagens: 8083
Registado: quinta-feira, 14 abril 2005 3:54

Mensagem por Lino »

Coimbra é o exmeplo da vergonha que acontece neste país. Prédios, prédios e mais prédios. Eles constroem, constróem, constróem, mas não fazem nada de jeito! :roll:
Como é possível construir mamarrachos em zona de leito do rio, mesmo a poucos metros da margem do dito cujo? E zonas verdes, será que ninguém se lembra disso? É que construir prédios de luxo e caríssimos por si só não aumenta o nível de vida, mas também tudo o que tenha a ver com a localização: ambiente, trânsito, limpeza, vizinhança, zonas verdes, acessos, etc.
Coimbra tem uma falta de espaços verdes, e os que tem, ninguém os pode usar (como por exemplo, o Jardim da Sereia). E quando se planta árvores, é assim uma coisita ou outra ali ou ali. Por exemplo, no Jardim da Cidade deviam ter plantado bem mais árvires, afinal aquilo não é nenhum campo de golf, e ainda por cima, quando as pessoas pisam a relva são logo advertidas. Afinal um relvado é para se pisar (com civismo claro). Deviam plantar árvores que tenham a ver com a cidade, como as laranjeiras que tão típicas são daquela zona.
E a cidade e o concelho precisam de fábricas, teatros grandes como o Centro de Artes e Espectáculos da Figueira (aquilo põe Coimbra a um canto), bons transportes públicos (esta mudança de horários e percursos dos autocarros foi desastrosa, pois algumas zonas da cidade, com a minha, ficam prejudicadas). E o Teatro Sousa Bastos na Alta? E tudo mais que tenha a ver com qualidade de vida.

Viva_a_Historia
Regular
Regular
Mensagens: 185
Registado: terça-feira, 15 agosto 2006 0:04

Mensagem por Viva_a_Historia »

Se em vez de construírem aquela urbanização fizessem a tal ligação verde entre o Parque Verde do Mondego e o Jardim Botânico de que se falava à uns tempos atrás é que faziam bem.