Desassoreamento do Rio Mondego

Para conversar e discutir temas relacionados com Coimbra
DaniFR
Lendário
Lendário
Mensagens: 1427
Registado: segunda-feira, 01 outubro 2007 21:41

Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por DaniFR »

GOVERNO INVESTE 10 M€ NO DESASSOREAMENTO DO MONDEGO

O Ministério do Ambiente pretende investir 20 milhões de euros em zonas inundáveis e no sistema de monitorização para evitar cheias, em oito obras e instalação de equipamentos em 25 locais, incluindo 10 milhões de euros em Coimbra.

O investimento, que será visível ainda em 2016, "inclui oito obras e a instalação de equipamentos em 25 locais para medir os caudais e simular a sua evolução", anunciou hoje o Ministério liderado por João Matos Fernandes.

As obras terão várias dimensões e vão ocorrer nos rios Lima e Vez, na Foz do Cávado, no Tâmega, na Ribeira do Prior Velho (junto ao Trancão) e no Mondego, que recebe três intervenções.

O desassoreamento do leito do Mondego, junto a Coimbra, com 6,5 milhões de euros, é a obra que, segundo o comunicado do Ministério, implica um montante mais expressivo e "visa criar uma nova capacidade de encaixe para as cheias frente à cidade".

Ainda no Mondego serão investidos 3,5 milhões de euros na limpeza e desassoreamento dos leitos periféricos do rio.

A expetativa do Ministério é que estes investimentos em algumas zonas críticas, que serão suportados pelo PO SEUR (programa operacional de sustentabilidade e eficiência no uso dos recursos), minimizem o risco de cheias, cumprindo a estratégia de adaptação às alterações climáticas.

Entre as intervenções estão a criação de galerias ripícolas e de margens de construção de galerias de águas pluviais para desviá-las das zonas urbanas.

Os trabalhos de monitorização totalizam 700 mil euros, acrescenta a informação.

Além de Coimbra, serão investidos cinco milhões de euros na regularização fluvial da ribeira do Prior Velho, no troço terminal Coberto-Loures, enquanto a valorização e requalificação das margens e leito do rio Tâmega terão 260 mil euros.

Para "diminuir significativamente o volume de água que aflui ao sistema de drenagem da cidade de Esposende, evitando as inundações com origem na água drenada pelas diferentes ribeiras", serão canalizados 4,5 milhões de euros para construção de um sistema intercetor e de desvio da área urbana.

O controlo da erosão das margens do rio Lima e Vade em pontos considerados mais críticos, situados dentro dos limites urbanos do concelho de Ponte da Barca, terá um investimento de 200 mil euros, a executar este ano, e é outro dos exemplos dos projetos agora anunciados pelo Ministério.

Município de Coimbra
Finalmente! Depois de duas cheias no espaço de um mês, e muitos milhões de euros de prejuízos lá se lembraram que o rio tem mesmo que ser desassoreado.

Avatar do Utilizador
Lopes
Experiente
Experiente
Mensagens: 206
Registado: quarta-feira, 12 dezembro 2007 10:11

Re: Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por Lopes »

https://www.facebook.com/photo.php?fbid ... =3&theater

Estávamos em 2006 e a Secção de Desportos Nauticos da AAC organizava uma manifestação para demonstrar a todos o que estava a acontecer no Mondego!!

Esta gente em 2006 também se lembrou !!

Hal9000
Veterano
Veterano
Mensagens: 744
Registado: sexta-feira, 10 novembro 2006 16:12

Re: Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por Hal9000 »

Só acredito quando vir as máquinas no rio...pelo menos :twisted:

Avatar do Utilizador
micromys
Experiente
Experiente
Mensagens: 480
Registado: sexta-feira, 05 maio 2006 0:04

Re: Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por micromys »

DaniFR Escreveu:
GOVERNO INVESTE 10 M€ NO DESASSOREAMENTO DO MONDEGO

O Ministério do Ambiente pretende investir 20 milhões de euros em zonas inundáveis e no sistema de monitorização para evitar cheias, em oito obras e instalação de equipamentos em 25 locais, incluindo 10 milhões de euros em Coimbra.

O investimento, que será visível ainda em 2016, "inclui oito obras e a instalação de equipamentos em 25 locais para medir os caudais e simular a sua evolução", anunciou hoje o Ministério liderado por João Matos Fernandes.

As obras terão várias dimensões e vão ocorrer nos rios Lima e Vez, na Foz do Cávado, no Tâmega, na Ribeira do Prior Velho (junto ao Trancão) e no Mondego, que recebe três intervenções.

O desassoreamento do leito do Mondego, junto a Coimbra, com 6,5 milhões de euros, é a obra que, segundo o comunicado do Ministério, implica um montante mais expressivo e "visa criar uma nova capacidade de encaixe para as cheias frente à cidade".

Ainda no Mondego serão investidos 3,5 milhões de euros na limpeza e desassoreamento dos leitos periféricos do rio.

A expetativa do Ministério é que estes investimentos em algumas zonas críticas, que serão suportados pelo PO SEUR (programa operacional de sustentabilidade e eficiência no uso dos recursos), minimizem o risco de cheias, cumprindo a estratégia de adaptação às alterações climáticas.

Entre as intervenções estão a criação de galerias ripícolas e de margens de construção de galerias de águas pluviais para desviá-las das zonas urbanas.

Os trabalhos de monitorização totalizam 700 mil euros, acrescenta a informação.

Além de Coimbra, serão investidos cinco milhões de euros na regularização fluvial da ribeira do Prior Velho, no troço terminal Coberto-Loures, enquanto a valorização e requalificação das margens e leito do rio Tâmega terão 260 mil euros.

Para "diminuir significativamente o volume de água que aflui ao sistema de drenagem da cidade de Esposende, evitando as inundações com origem na água drenada pelas diferentes ribeiras", serão canalizados 4,5 milhões de euros para construção de um sistema intercetor e de desvio da área urbana.

O controlo da erosão das margens do rio Lima e Vade em pontos considerados mais críticos, situados dentro dos limites urbanos do concelho de Ponte da Barca, terá um investimento de 200 mil euros, a executar este ano, e é outro dos exemplos dos projetos agora anunciados pelo Ministério.

Município de Coimbra
Finalmente! Depois de duas cheias no espaço de um mês, e muitos milhões de euros de prejuízos lá se lembraram que o rio tem mesmo que ser desassoreado.
Lembro-me de que da última vez em que se falou do desassoreamento do rio, foi referido que não haveria custos, pois esses seriam colmatados pela comercialização dos inertes...

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 12047
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por Pedro »

Com um investimento total de cerca de 16,40 milhões de euros, duas das intervenções programadas serão realizadas através de uma parceria entre a Câmara Municipal de Coimbra e a APA: o desassoreamento da albufeira entre a ponte-açude e a da Rainha Santa Isabel, numa extensão de 3,50 quilómetros, com o custo de 4,60 milhões de euros e a desenvolver nos próximos dois anos, e a estabilização da margem direita entre a ponte de Santa Clara e o açude-ponte, com o custo de 7,90 milhões de euros e o prazo de concretização previsto para um ano.

Estes dois empreendimentos estarão a cargo da autarquia e terão um custo de cerca de 12 milhões de euros, suportados em 15 por cento pelo Município e em 85 por cento por fundos comunitários.

Além destes, haverá também uma intervenção na regularização do leito periférico esquerdo do Mondego, a qual irá ajudar à protecção dos aglomerados populacionais e à defesa dos bens e campos agrícolas. No leito periférico direito será feita uma reabilitação, no sentido de limpar a vegetação e fazer o desassoreamento do leito menor. A ultima intervenção anunciada diz respeito à requalificação do leito e dos diques do leito central do rio, através da construção de estruturas de protecção.

Fonte: Campeão das Províncias
Bem, parece que é para avançar.

Avatar do Utilizador
Spik3
Novato
Novato
Mensagens: 30
Registado: segunda-feira, 25 setembro 2006 19:43

Re: Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por Spik3 »

Avança sim! Se ninguém meter os milhões ao bolso antes...

Hal9000
Veterano
Veterano
Mensagens: 744
Registado: sexta-feira, 10 novembro 2006 16:12

Re: Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por Hal9000 »


Avatar do Utilizador
micromys
Experiente
Experiente
Mensagens: 480
Registado: sexta-feira, 05 maio 2006 0:04

Re: Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por micromys »

Hal9000 Escreveu:Vocês são mesmo muito crentes :no:

http://www.asbeiras.pt/2016/07/desassor ... -em-risco/

:wall: :wall:

É impressionante! Há quantos anos se fala no desassoreamento do rio... :dis:

pauloms
Veterano
Veterano
Mensagens: 509
Registado: domingo, 20 agosto 2006 0:16

Re: Desassoreamento do Rio Mondego

Mensagem por pauloms »

As enguias também têm direitos!!!

É mais um caso de incompetência técnica por parte de quem andou a preparar o anterior relatório da APA. Essa situação já deveria ter sido anteriormente antecipada.