“Devolução” do rio à cidade custa 6,50 milhões de euros

Para conversar e discutir temas relacionados com Coimbra
Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 12047
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

“Devolução” do rio à cidade custa 6,50 milhões de euros

Mensagem por Pedro »

Coimbra: “Devolução” do rio à cidade custa 6,50 milhões de euros

Está estimado em 6,50 milhões de euros o custo da melhoria das condições de segurança do muro da margem direita do rio Mondego compreendido entre a ponte de Santa Clara e a do açude, revelou, hoje, a Câmara de Coimbra.

Um estudo encomendado pela autarquia visa «devolver» o Mondego à cidade, permitindo maior proximidade dos cidadãos ao lençol de água potenciado pelo açude mediante a construção de um percurso pedonal entre as referidas pontes.

O itinerário proporcionará actividades lúdicas, desportivas e de recreio. Para permitir o alargamento da zona pedonal, serão eliminadas as actuais rampas que definiam os antigos cais e rebaixados os muros para permitir a aproximação ao plano de água.

Para o percurso, está prevista a aplicação de seis diferentes soluções de construção. Nalguns pontos, a altura do actual muro baixa 1,50 metros, noutras o rebaixamento chega a atingir três metros. Quanto às diferenças de cotas entre a estrada e o percurso pedonal, as mesmas poderão ser mediadas por degraus, bancadas ou rampas, garantindo-se sempre uma progressão acessível a pessoas com mobilidade condicionada, assinala a Câmara.

O caminho junto ao rio pode ser à cota do muro (nalguns troços haverá duplicação a diferentes alturas) ou em passadiço de madeira sobre estrutura metálica.

Fonte: Campeão das Províncias
Ouch, parece um valor puxado. Por outro lado, fica a ideia que será um passeio na mesma "onda" do que há no Parque Verde, o que pode ser interessante - pelo menos até chegarem as primeiras chuvas e ficar completamente inundado.

Avatar do Utilizador
micromys
Experiente
Experiente
Mensagens: 480
Registado: sexta-feira, 05 maio 2006 0:04

Re: “Devolução” do rio à cidade custa 6,50 milhões de euros

Mensagem por micromys »

O que me parece mais importante é a reparação das margens. Aquilo está de uma maneira que até mete medo, principalmente a seguir à estação nova. Há poucos anos colocaram fitas e proibiram o estacionamento, penso que devido ao risco de abatimento, mas algum tempo depois já toda a gente estacionava outra vez. E assim continua, até que parte da margem rache de vez e leve uns carros ao banho, ou aja uma desgraça com alguém que vá a passar...

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 12047
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: “Devolução” do rio à cidade custa 6,50 milhões de euros

Mensagem por Pedro »

Ultimato para recuperar muros do rio Mondego

O presidente da autarquia de Coimbra fez ontem, em reunião da câmara, uma espécie de ultimato para que o Projeto de Execução e Estabilidade das Margens do Mondego, entre as pontes de Santa Clara e Açude, avance imediatamente.

Só assim será possível obter o Licenciamento Único Ambiental (LUA), para que a empreitada possa avançar o mais depressa possível.

Manuel Machado acrescentou que a obra tem que ser feita com cuidado, mas sem perder mais tempo. Afirmou que, se o projeto não avançar, cabe-lhe a ele próprio a decisão de interditar a circulação na zona ribeirinha da margem direita, tal é o receio de derrocada que existe, suportado por relatórios técnicos.

Fonte: As Beiras
Parece que vai avançar - ou vão interditar a zona.

Hal9000
Veterano
Veterano
Mensagens: 744
Registado: sexta-feira, 10 novembro 2006 16:12

Re: “Devolução” do rio à cidade custa 6,50 milhões de euros

Mensagem por Hal9000 »

Vou abrir a mesa de apostas..em qual apostam? :twisted: