Estado de emergência

Para discussões e informação relacionadas com o Coronavírus COVID-19.
Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11998
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Estado de emergência

Mensagem por Pedro »

O governo anunciou entretanto mais uma medida: recolher obrigatório a partir das 13h, aos fins-de-semana. Estamos lentamente a voltar a Março/Abril. Coimbra, para já, fica fora destas medidas.

Avatar do Utilizador
athena
Experiente
Experiente
Mensagens: 348
Registado: quarta-feira, 14 abril 2010 19:20

Re: Estado de emergência

Mensagem por athena »

E agora com recolher obrigatório! Pelas asneiras de uns quantos, pagamos todos :cry:

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11998
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Estado de emergência

Mensagem por Pedro »

Coimbra já não escapou à primeira actualização da lista, a partir de segunda-feira já temos as medidas mais rígidas.

Avatar do Utilizador
athena
Experiente
Experiente
Mensagens: 348
Registado: quarta-feira, 14 abril 2010 19:20

Re: Estado de emergência

Mensagem por athena »

Está muito difícil. Ainda por cima suprimiram todos os comboios alfa no fim de semana, quem precisa de sair de Coimbra para ir trabalhar tem que ir de carro...uma m**! O Governo não sabe o que anda a fazer - em vez de reforçarem os transportes, eliminam; portanto, os poucos comboios a circular estarão ainda mais cheios que o habitual...A Sra da DGS sempre a hesitar, a Ministra é uma incompetente e o A. Costa já perdeu o controle da situação... :doh: Estamos bem tramados!

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11998
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Estado de emergência

Mensagem por Pedro »

Acho que a situação ainda vai ser pior com algumas das medidas. Colocar os supermercados a encerrar às 13h, por exemplo, vai contribuir para um maior ajuntamento de pessoas, em vez de as distribuir ao longo do dia. Não faz grande sentido.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11998
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Estado de emergência

Mensagem por Pedro »

Aproveito para deixar aqui as medidas em vigor para Coimbra nos próximos dias. A fonte é o site Por Concelho.
Medidas Aplicadas

Proibição de circulação na via pública entre as 23h00 e as 5h00.

Obrigatoriedade do teletrabalho sempre que possível, salvo impedimento do trabalhador e ação de fiscalização do cumprimento.

Medidas de âmbito Nacional

Distanciamento físico; Lavagem frequente das mãos; Uso obrigatório de máscara; Etiqueta respiratória; App Stayaway COVID.

Proibição de circulação entre concelhos nos seguintes períodos: Entre as 23h00 de 27 de novembro e as 5h00 de 2 de dezembro; Entre as 23h00 de 4 de dezembro e as 5h00 de 9 de dezembro.

Tolerância de Ponto e suspensão da atividade letiva e apelo à dispensa de trabalhadores do setor privado nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro.

Uso obrigatório de máscara nos locais de trabalho.

Confinamento obrigatório para doentes com COVID-19 e pessoas em vigilância ativa.

Casamentos e batizados limitados a 50 pessoas.

Outros eventos e celebrações limitados a 6 pessoas, salvo se do mesmo agregado familiar.

Encerramento do comércio até às 22:00, restauração e equipamentos culturais às 22:30.

Proibida a venda de bebidas alcoólicas a partir das 20h, em qualquer loja.

Proibição de consumo de álcool na via pública.

Veículos particulares com lotação superior a 5 lugares apenas podem circular com 2/3 da sua ocupação e uso de mascara obrigatório, salvo se todos pertencerem ao mesmo agregado familiar.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11998
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Estado de emergência

Mensagem por Pedro »

E estamos de volta ao confinamento. Novamente. E com medidas que não fazem grande sentido tendo em conta o resto da conjuntura, como escolas e universidades com aulas presenciais.

Avatar do Utilizador
athena
Experiente
Experiente
Mensagens: 348
Registado: quarta-feira, 14 abril 2010 19:20

Re: Estado de emergência

Mensagem por athena »

Quando pensamos que não é possível as autoridades sanitárias/governo emitirem mais regras da treta, sem fundamento científico, eis que nos voltam a surpreender :roll: As lojas que vendem animais ficam abertas, esse pilar da economia nacional que eu desconhecia...Mas as escolas de línguas e centros de explicações fecham (apesar de todas as escolas estarem abertas). Ah e escolas de condução também fecham, mas os alunos podem ir fazer os exames marcados (sem terem as aulas, portanto) :dis: As igrejas (que eu saiba ainda não conseguem pôr uma hóstia na boca com a máscara colocada) ficam abertas, mas cabeleireiros têm de fechar. A meia centena de exceções vai na prática inutilizar o efeito que se pretende e acabar de vez com uma série de negócios já periclitantes.O povo não cumpre, ainda não aprenderam com o Natal? Entre o “vou levar o filho (do vizinho) à escola” e “vou comprar comida”, vai ser um regabofe, estão a borrifar-se, porque “vêm aí vacinas e coiso e tal...”. 150 mortos por dia é inaceitável no sec XXI. Taxa de mortalidade de 30% (nos cuidados intensivos) é superior às de Guerra. Os nossos governantes n/ sabiam que viria uma 3a e 4a vagas? Preparam o SNS? Preparam o equip. escolar como prometido? Pois... :wall:

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11998
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Estado de emergência

Mensagem por Pedro »

Pelo que se tem visto na televisão, este está a ser um confinamento "light". Quase não parece haver diferença em relação à situação pré-confinamento.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11998
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 20:07

Re: Estado de emergência

Mensagem por Pedro »

Bem, estamos numa situação muito pior do que alguma vez estivemos em 2019. Lembro-me do choque com as 100 mortes por dia em Itália em Abril, e nós acabámos de passar as 200. Enquanto isso, continuamos com um confinamento ligeiro, com medidas esquisitas. O SNS deve estar a dias de entrar em colapso...