Data/Hora: segunda-feira, 19 agosto 2019 3:26


Metro Mondego

Para conversar e discutir temas relacionados com Coimbra
Avatar do Utilizador
bluestrattos
Lendário
Lendário
 
Mensagens: 2155
Registado: domingo, 06 março 2005 23:49
Localização: Dublin, Ireland

Re: Metro Mondego

Mensagempor bluestrattos » terça-feira, 04 dezembro 2018 11:46

Pedro Escreveu:Coimbra-A continua a ser estação terminal para os Regionais... suponho que estejam a pensar em adicionar um transbordo de passageiros. Ou seja, mais uma situação em que o Metro Mondego vai piorar o serviço que já existia.


A nao ser que o plano deles seja usar a "estrada" da ferrovia e colocar lá os autocarros a levar os passageiros de Coimbra-A para coimbra-B, colocar mais autocarros na Fernao Magalhaes é uma ideia muito má.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 11860
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagempor Pedro » terça-feira, 04 dezembro 2018 11:48

Para ser honesto, eu nem estava a equacionar a hipótese de meterem mais autocarros na Fernão de Magalhães, assumi que iam usar o canal ferroviário actual (se calhar fui demasiado optimista :p). Já acho mau ter de forçar os passageiros a trocar de meio de transporte em Coimbra-B, se pelo meio falarmos em autocarros normais... ouch.

Avatar do Utilizador
bluestrattos
Lendário
Lendário
 
Mensagens: 2155
Registado: domingo, 06 março 2005 23:49
Localização: Dublin, Ireland

Re: Metro Mondego

Mensagempor bluestrattos » terça-feira, 04 dezembro 2018 12:29

Pedro Escreveu:Para ser honesto, eu nem estava a equacionar a hipótese de meterem mais autocarros na Fernão de Magalhães, assumi que iam usar o canal ferroviário actual (se calhar fui demasiado optimista :p). Já acho mau ter de forçar os passageiros a trocar de meio de transporte em Coimbra-B, se pelo meio falarmos em autocarros normais... ouch.


Como eles vao arrancar a ferrovia, "temporariamente" os autocarros vao pela Fernao Magalhaes ou talvez pela Avenida Cidade Aeminium (junto ao rio), e depois como tirar a ferrovia via durar meses, as pessoas habituam-se e depois "para que mudar agora", e assim se adiciona mais uma duzia de autocarros ao transito da Fernao Magalhaes (ou Cidade Aeminium), e as pessoas vao comecar a perder comboios em Coimbra-B, porque ficaram paradas na rotunda da Casa do Sal ou rotunda ao pé do novo Continente Bom Dia

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 11860
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagempor Pedro » terça-feira, 04 dezembro 2018 12:35

Eu nunca fiz o percurso Coimbra-B/Coimbra-A, nem prestei muita atenção à linha nessa zona, pelo que assumi que era linha dupla, o que daria uma redundância enquanto removiam os carris de uma das linhas. Mas fui espreitar agora, e é linha única... acho que o cenário que indicaste é o mais provável de acontecer. Ainda vai ser pior do que eu pensava.

Hal9000
Veterano
Veterano
 
Mensagens: 744
Registado: sexta-feira, 10 novembro 2006 17:12

Re: Metro Mondego

Mensagempor Hal9000 » quarta-feira, 05 dezembro 2018 16:38

Curioso que tinha a vaga ideia que era linha dupla. Acho que já foi, até porque o espaço está lá... :?

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 11860
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagempor Pedro » quinta-feira, 06 dezembro 2018 14:43

Percorrendo no Google Maps, há zonas onde parece que ainda são visíveis restos de carris antigos (ou, pelo menos, o local onde estiveram): https://www.google.com/maps/@40.2158589 ... a=!3m1!1e3

Por outro lado, todas as pontes que vejo só têm espaço para uma linha.

Avatar do Utilizador
micromys
Experiente
Experiente
 
Mensagens: 458
Registado: sexta-feira, 05 maio 2006 0:04
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagempor micromys » segunda-feira, 10 dezembro 2018 23:07

Pedro Escreveu:Percorrendo no Google Maps, há zonas onde parece que ainda são visíveis restos de carris antigos (ou, pelo menos, o local onde estiveram): https://www.google.com/maps/@40.2158589 ... a=!3m1!1e3

Por outro lado, todas as pontes que vejo só têm espaço para uma linha.



Havia linha dupla desde a Estação Nova até à zona da Segurança Social, e ainda me lembro de essa passagem de nível estar a funcionar. Havia lá uma casinha com jardim onde vivia a guarda da passagem de nível. De dia usava a bandeira e de noite a lanterna.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 11860
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagempor Pedro » quinta-feira, 31 janeiro 2019 16:33

Governo aprova MetroBus que liga Coimbra, a Miranda do Corvo e Lousã

O Governo aprovou esta quinta-feira o lançamento de uma obra importante para a região de Coimbra. Toda a obra vai custar 120 milhões de euros.

Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira a implementação do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM), o qual servirá os concelhos de Coimbra, Miranda do Corvo e Lousã. A totalidade da obra está avaliada em cerca de 120 milhões de euros, avançou o ministro do Planeamento, Pedro Marques, no final da reunião do Conselho de Ministros.

Em comunicado, o Governo explica que “o SMM, a ser desenvolvido pela Infraestruturas de Portugal no troço do antigo ramal da Lousã e estendendo-se pela malha urbana de Coimbra, assentará numa solução de MetroBus Elétrico, a qual constitui uma opção sólida em termos de infraestrutura, moderna ao nível tecnológico e viável do ponto de vista económico-financeiro”.

“Este investimento, de valor global de 85 milhões de euros, será realizado com recurso a fundos europeus ao abrigo da Reprogramação do Portugal 2020, aprovada pela Comissão Europeia em dezembro de 2018″, acrescenta o comunicado. Na conferência de imprensa, o ministro adiantou que a compra de material circulante está avaliada em cerca de 20 milhões de euros e a recuperação da estação ferroviária de Coimbra-B deverá custar cerca de 15 milhões de euros. Estes investimentos terão também apoio de fundos comunitários.

Em julho passado, o ministro anunciou que o primeiro concurso para esta obra seria lançado no início de 2019. Nessa altura, Pedro Marques afirmou que “pelo menos 50%” das pessoas que utilizaram o transporte ferroviário, até janeiro de 2010, quando, por iniciativa do último Governo de José Sócrates, o Ramal da Lousã foi encerrado para obras que visavam um sistema de metro ligeiro sobre carris, “ficarão mais bem servidas” com aquela opção, apresentada há 13 meses, com sessões em Coimbra, Lousã e Miranda do Corvo, os municípios abrangidos pelo futuro SMM.

Na conferência de imprensa, o ministro garantiu que 40% dos investimentos incluídos no Ferrovia 2020 estão em processo de obra, em obra ou com obra concluída, numa altura em que este programa de investimentos está a meio. Pedro Marques contestava a notícia do jornal Público desta quinta-feira que dava conta que o Ferrovia 2020 estava com uma taxa de execução inferior a 9%.

PS evita votação do plano de investimentos. PSD ia abster-se

O ministro sinalizou ainda ver sinais de que o PSD possa vir a dar a mão ao Governo que quer ver o Programa Nacional de Investimentos (PNI) 2030 – que será debatido esta tarde no Parlamento — com uma aprovação de dois terços dos deputados. Ou seja, o Executivo quer um apoio político de uma maioria qualificada.

Pedro Marques referia-se ao facto de Rui Rio ter pedido tempo para “ouvir o país” e à decisão do grupo parlamentar do PS de ter pedido que o projeto de resolução do PNI baixasse à especialidade sem votação. Pedro Marques disse ainda que o entendimento com o PSD no ano passado nos fundos comunitários – que servem precisamente para financiar estes investimentos – foi “estratégico” e lembrou que o PS aprovou o PETI (o programa de investimentos aprovado durante o Governo de Passos Coelho).

Fonte: Eco


Hmmm, em Junho de 2017 anunciaram a solução, e que ia custar 90 milhões. Nesta notícia falam em 120...

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 11860
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagempor Pedro » sexta-feira, 01 fevereiro 2019 11:07

Concurso do “Metro” lançado na próxima segunda-feira

O Conselho de Ministros aprovou ontem um investimento de 85 milhões de euros para a implementação do Sistema de Mobilidade do Mondego (SMM), cujo concurso será apresentado esta segunda-feira, foi anunciado, em comunicado, após a reunião.A aprovação das autorizações de despesa para o avanço imediato da obra foi confirmada por Pedro Marques, ministro do Planeamento e Infraestruturas, em conferência de Imprensa após a reunião de Conselho de Ministros, e incluiu os 85 milhões de euros para o Sistema de Mobilidade do Mondego, mais 15 milhões de euros para intervir na estação ferroviária de Coimbra-B e ainda 20 milhões de euros para material circulante.

Fonte: Diário de Coimbra


Nesta notícia fica mais explícito a divisão dos gastos, mas... tinha ideia que os 90 anunciados inicialmente já incluiam as outras partes (não faz sentido contabilizar o custo do Metro ignorando o material circulante, nem as alterações que Coimbra-B terá de ter).

Anterior

Voltar para Viver em Coimbra

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron