Metro Mondego

Para conversar e discutir temas relacionados com Coimbra
Hal9000
Veterano
Veterano
Mensagens: 744
Registado: sexta-feira, 10 novembro 2006 17:12

Re: Metro Mondego

Mensagem por Hal9000 » quarta-feira, 29 janeiro 2014 11:13

É de partir a rir (ou não) é que o diário as beiras diz exactamente o contrário :roll: :roll:

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11864
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra
Contacto:

Re: Metro Mondego

Mensagem por Pedro » quarta-feira, 29 janeiro 2014 14:12

Bem, para todos os efeitos, penso que eles mencionam apenas um serviço ferroviário entre a Lousã e Coimbra-B. Ou seja, o objectivo pode ser apenas repor a situação que existia anteriormente.

daniel322
Lendário
Lendário
Mensagens: 3525
Registado: quarta-feira, 21 junho 2006 18:25
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagem por daniel322 » quarta-feira, 29 janeiro 2014 21:45

Pedro Escreveu:
Metro Mondego entre os investimentos prioritários

Comissão nomeada pelo Governo colocou a conclusão do projecto no lote dos que deverão ficar prontos até 2020.

Como havia sido anunciado pelo Movimento Cívico, com base em fontes privilegiadas, o Metro Mondego está na lista dos 15 projectos que o Governo deverá candidatar ao próximo quadro comunitário de apoio, que decorre até 2020.

O projecto está no último lugar, entre 15 outros, de natureza ferroviária, com um primeiro investimento previsível de 160 milhões de euros.

Fonte: Diário de Coimbra
Último lugar da lista... vamos ver se não desaparece pelo caminho.
A diferença entre o 3º, que está no podium, e o 4º é que um recebe medalha e o outro não... se aqui for igual o que interessa é o que recebe a medalha, ou seja, avançar para a obra.

De qualquer forma a notícia desvirtua um pouco o relatório, são ao todo 30 projectos ferroviários que surgem no relatório, dos quais 15 foram recomendados ao governo.

E, só para chatear, tem uma gralha.. se são 15 projectos então este não está "entre 15 outros" mas sim "entre 14 outros" :P
Pedro Escreveu:Bem, para todos os efeitos, penso que eles mencionam apenas um serviço ferroviário entre a Lousã e Coimbra-B. Ou seja, o objectivo pode ser apenas repor a situação que existia anteriormente.
Sim, um bocadinho mais, pois a mera reposição era até Coimbra-Parque.. mas a ideia que percebi até agora é implementar a 1ª fase do projecto e depois logo se vê.

Aliás, vou transcrever o que diz o relatório, para quem tiver interesse:
Este projeto visa promover a mobilidade nos concelhos de Coimbra, Miranda do Corvo e Lousã e garantir a intramodalidade através da ligação à linha do Norte e a intermodalidade com os restantes modos de transporte, visando uma repartição modal favorável para o transporte público em particular o ferroviário e a melhoria da qualidade de vida das populações e dos espaços urbanos.

O projeto compreende a criação de um serviço ferroviário entre Serpins e Coimbra B (fase 1 do SMM) através da modernização da infraestrutura do Ramal da Lousã, com criação de novas estações / interfaces e variantes na zona urbana de Coimbra de modo a aproximar o serviço da população e dos polos geradores de tráfego.

O desenvolvimento deste projeto pressupõe a aquisição de material circulante para metro ligeiro de superfície.
Investimento estimado: 160 M€

Conclusão: após 2016 e antes fim QCA

A realização deste projeto apresenta um potencial elevado de captação de tráfego de passageiros, sendo de destacar ao nível da dimensão de intermodalidade a melhoria de ligações consideradas insuficientes a núcleos urbanos densos, interfaces e equipamentos públicos, serviços e indústria localizados ao longo deste eixo ferroviário. As principais premissas em termos de sustentabilidade financeira e operacional do projeto são, respetivamente, como segue:
- Potencial de cofinanciamento comunitário de 80%;
- Potencial limitado de captação de fontes externas de funding.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11864
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra
Contacto:

Re: Metro Mondego

Mensagem por Pedro » terça-feira, 11 fevereiro 2014 10:37

Coimbra: Machado quer o Metro em toda a extensão

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra defendeu, hoje, que as obras do Metro (eléctrico ligeiro de superfície) não se devem confinar à reactivação do Ramal ferroviário da Lousã, mas serem realizadas simultaneamente em todo o percurso até à Estação Velha e incluindo a área urbana da cidade.

Manuel Machado, que falava na reunião da edilidade, disse ter exortado o Governo para que o avanço e conclusão do projecto Metro Mondego sejam consideradas infra-estruturas de transporte essenciais para Coimbra e a região.

“Há 100 milhões de euros de fundos comunitários elegíveis para o projecto, assim o Governo [os] queira utilizar”, referiu o presidente socialista, apelando a que os accionistas convocados para a próxima sessão da Assembleia Geral da sociedade Metro Mondego, a 06 de Março, estejam "em condições de exercerem as suas obrigações”.

“O Metro não poder ser amputado, porque é mais difícil a razoabilidade económica”, defende Manuel Machado, o qual garante que não deixará de pugnar por este projecto, que integra as infra-estruturas de elevado valor acrescentado propostas por um grupo de trabalho ao Governo.

O autarca de Coimbra apoia e considera importante a ligação rodoviária a Viseu, em perfil de auto-estrada, e espera que não seja esquecido o interface rodo-ferroviário na zona entre Souselas e Pampilhosa.

Fonte: Campeão das Províncias
Tendo em conta que a reactivação do Ramal da Lousã implica apenas voltar à situação que se tinha anteriormente (logo, queimou-se dinheiro para nada), parece-me óbvio que o ideal era a implementação total do Metro...

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11864
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra
Contacto:

Re: Metro Mondego

Mensagem por Pedro » quarta-feira, 09 abril 2014 13:03

Metro não é prioritário mas Governo quer estudar “soluções”

Documento define projectos de investimentos em infra-estruturas de transportes correspondentes a mais de 6 mil milhões de euros.

O Sistema de Mobilidade do Mondego está, definitivamente, de fora dos projectos prioritários do Governo para o período de 2014-2020. O Metro não surge entre as 59 obras do Plano Estratégico de Transportes e Infra-estruturas 3+, ontem divulgado, e que apresenta projectos que implicam um investimento global de 6.067 milhões de euros.

Fonte: Diário de Coimbra
Portanto, parece que também não será para 2020. Acho que podemos começar a lançar apostas... será mais rápido a Humanidade chegar a Marte ou o Metro chegar a Coimbra...?

Hal9000
Veterano
Veterano
Mensagens: 744
Registado: sexta-feira, 10 novembro 2006 17:12

Re: Metro Mondego

Mensagem por Hal9000 » quarta-feira, 09 abril 2014 13:26

Esta merda (e desculpem as asneiras) merecia era que um conjunto de pessoas se juntassem e fosse até LX partir tudo na assembleia e pelo caminho, retirar alguns carris à linha do norte :twisted: :twisted: :twisted: :twisted:

Avatar do Utilizador
gunky
Veterano
Veterano
Mensagens: 712
Registado: quinta-feira, 06 abril 2006 15:45

Re: Metro Mondego

Mensagem por gunky » quinta-feira, 10 abril 2014 2:13

Hal9000 Escreveu:Esta merda (e desculpem as asneiras) merecia era que um conjunto de pessoas se juntassem e fosse até LX partir tudo na assembleia e pelo caminho, retirar alguns carris à linha do norte :twisted: :twisted: :twisted: :twisted:
Ja fizeram algo parecido. Um grupo de manifestantes de lousa foi a Lisboa protestar. Apanharam o ministro com as filhas e tudo. Uma das filhas começou a chorar. Como era o dia de anos do ministro acabaram por lhes cantar ate os parabens e foram-se embora.... :D :D :D

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11864
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra
Contacto:

Re: Metro Mondego

Mensagem por Pedro » sexta-feira, 11 abril 2014 9:17

Três municípios “indignados” com exclusão do Metro

Os presidentes das câmaras de Coimbra, Lousã e Miranda do Corvo estão “indignados” com a não inclusão do Metro Mondego (MM) na lista de 59 investimentos prioritários no âmbito do Plano Estratégico de Transportes e Infraestruturas.

A decisão revela “um desprezo evidente, por parte do Governo, para com as comunidades municipais de Coimbra”, sustentou o presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado, durante uma conferência de imprensa em que também participaram os presidentes dos municípios da Lousã e de Miranda do Corvo, Luís Antunes e Miguel Batista, respetivamente.

“Constatamos com grande preocupação” que, de acordo com o documento divulgado no Portal do Governo, no dia 8 de abril, “o sistema de mobilidade do Mondego (SMM) não se encontra na lista de investimentos prioritários”, apesar do “compromisso político, diversas vezes afirmado” e “assumido pelo atual Governo”, sublinhou Manuel Machado.

Fonte: As Beiras
Acham que eram os únicos que acreditavam que o Governo ia cumprir a sua palavra... já tivemos tempo suficiente para ver que isso vale zero para eles.

Avatar do Utilizador
banjix
Lendário
Lendário
Mensagens: 1634
Registado: quinta-feira, 23 fevereiro 2006 18:28
Localização: Lousã

Re: Metro Mondego

Mensagem por banjix » sábado, 12 abril 2014 10:17

A mim parece-me que a coisa já lá não vai com simples manifestações e posições educadas adotadas pelas pessoas que, até agora, lutaram para que os carris fossem recolocados. Até agora, todas as manifestações realizadas foram feitas ordeiramente (como, aliás, deveria ter sido), tendo-se mostrado abertura para o diálogo e, acima de tudo, uma enorme paciência sobre todos os obstáculos que têm surgido. Resultado prático disto tudo: ZERO!

Parece-me, portanto, provado que este tipo de iniciativas que têm sido realizadas até ao momento não surte qualquer efeito. Assim sendo, a única alternativa é partir para ações que causem mais impacto. Embora considere que o direito ao voto deve ser sempre exercido, já não excluo a hipótese de se boicotarem as próximas eleições (europeias) e fazer tocar sinais de alerta noutros sítios (como em Bruxelas, por exemplo).
Juízo eu tenho, o problema é utilizá-lo poucas vezes.

Avatar do Utilizador
Ruizito
Lendário
Lendário
Mensagens: 1035
Registado: terça-feira, 25 março 2008 15:36
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagem por Ruizito » terça-feira, 15 abril 2014 13:44

Talvez fosse altura de aceitar que este projeto está morto e enterrado. Não existem manifestações ou ações que o recuperem. Essas ações só servem para politiquices, armas de arremeço e "passa culpas".
Seria bom pensar mas é que fazer com o canal existente, pois daqui a alguns anos já nem se vão notar os milhões que lá foram gastos.

daniel322
Lendário
Lendário
Mensagens: 3525
Registado: quarta-feira, 21 junho 2006 18:25
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagem por daniel322 » quinta-feira, 17 abril 2014 11:58

Pode-se pensar o que fazer com o canal existente, mas apenas em teorias académicas, para estar prevenido... mas aceitar que o projecto está morto e enterrado é aceitar que todo o dinheiro gasto neste projecto até ao momento serviu apenas e só para retirar um serviço às populações e perdoar, mais uma vez, aos políticos e autoridades envolvidas. Mais uma vez estaríamos a desresponsabilizar quando, se isto fosse um país sério, deveríamos era começar a ver pessoas a ir a tribunal por despesismo e gestão danosa ou negligente do dinheiro dos contribuintes.

daniel322
Lendário
Lendário
Mensagens: 3525
Registado: quarta-feira, 21 junho 2006 18:25
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagem por daniel322 » quinta-feira, 17 abril 2014 12:10

Aliás, devíamos era todos agradecer os "excelentes" politicos que têm tomado as rédeas do distrito de Coimbra pois, para a dimensão da cidade e relevância no panorama nacional, é inconcebível como é que temos um IC8 que nunca chegou ao porto da Figueira da Foz, uma AE prevista à anos para subsituir o IP3 que, para além de não ser feita, vai ligar não Coimbra mas a Mealhada a Viseu, um apeadeiro chamado de Coimbra-B quando pequenas cidades e vilas têm estações modernas, um IC3 que acaba mesmo antes de chegar à cidade, não concluindo como deveria, a ligação ao IP3, no troço que teoricamente teria mais tráfego... enfim, muito se sonha e fala nesta cidade mas acção, nada...

Avatar do Utilizador
Ruizito
Lendário
Lendário
Mensagens: 1035
Registado: terça-feira, 25 março 2008 15:36
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagem por Ruizito » segunda-feira, 21 abril 2014 9:13

daniel322 Escreveu:Pode-se pensar o que fazer com o canal existente, mas apenas em teorias académicas, para estar prevenido... mas aceitar que o projecto está morto e enterrado é aceitar que todo o dinheiro gasto neste projecto até ao momento serviu apenas e só para retirar um serviço às populações e perdoar, mais uma vez, aos políticos e autoridades envolvidas. Mais uma vez estaríamos a desresponsabilizar quando, se isto fosse um país sério, deveríamos era começar a ver pessoas a ir a tribunal por despesismo e gestão danosa ou negligente do dinheiro dos contribuintes.
Apesar de concordar no geral, uma coisa não invalida a outra. Também eu gostaria que os responsáveis por esta e outras situações fossem punidos, mas infelizmente toda a gente sabe que isso não acontecerá. Nem sei se é possível apontar culpados, num empreendimento que se arrastou durante décadas, com inúmeras e evidentes falhas de planeamento e financiamento que atravessaram governos, autarquias e cidadãos diferentes.
No entanto, independentemente de tudo isso, chega a um ponto que é necessário dizer basta! Não vale a pena continuar a alimentar uma ideia morta. É muito simples, o país não tem dinheiro para construir esta obra, e mesmo que por milagre tivesse, depois não teria dinheiro para a manter. Enquanto se persistir na teimosia de que ainda se consegue levar o metro até ao fim, não se discutirão alternativas nenhumas, e aí sim, até o que foi gasto fica inutilizado.

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
Mensagens: 11864
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra
Contacto:

Re: Metro Mondego

Mensagem por Pedro » domingo, 27 abril 2014 19:03

CDU defende extinção da MetroMondego e electrificação do Ramal da Lousã

Os eleitos da CDU para os órgãos municipais de Coimbra, Miranda do Corvo e Lousã defenderam, hoje, a extinção da sociedade MetroMondego (MM) e a canalização de verbas para electrificação do Ramal da Lousã, a par da melhoria dos SMTUC.

“Tanto no Ramal [ferroviário] da Lousã como em Coimbra, o projecto da MetroMondego significaria privatização de transportes (…), com prejuízos para os utentes e para o desenvolvimento do distrito”, sustentam aqueles autarcas.

Em comunicado, tais eleitos classificam de inaceitável o encerramento do Ramal e consideram que “sucessivos governos enganaram as populações e os executivos camarários de Coimbra, Lousã e Miranda do Corvo”.

“Tal como a CDU sempre denunciou”, acrescenta o comunicado, o projecto de Sistema de Mobilidade do Mondego foi concebido de costas voltadas para os Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC).

O vereador eleito pela CDU para a Câmara de Coimbra, Francisco Queirós, é membro do Conselho de Administração dos SMTUC e o presidente da Câmara conimbricense, Manuel Machado (PS), defende a fusão da MM com os Serviços Municipalizados.

Fonte: Campeão das Províncias
Começa a ser realista acabar com a ideia do Metro... mas espero que não o façam sem responsabilizar os responsáveis por toda esta situação.

Avatar do Utilizador
Ruizito
Lendário
Lendário
Mensagens: 1035
Registado: terça-feira, 25 março 2008 15:36
Localização: Coimbra

Re: Metro Mondego

Mensagem por Ruizito » terça-feira, 29 abril 2014 14:03

Esta opção indicada pela CDU, infelizmente se calhar já vem tarde. Gostava de saber onde estava esta gente há uns anos atrás, quando ainda o comboio estava nos carris.
Lembro-me, que quando eu defendia esta ideia aqui no foram, era praticamente uma voz isolada, andava tudo "embebecido" pelo metro.
Se me parece que o metro morreu, também julgo que já será tarde para pensar em electrificar uma linha que já nem existe...

Responder