Data/Hora: segunda-feira, 20 agosto 2018 19:03


Greve da CP

O geral das generalidades... para discutir tudo!
Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 11798
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra

Greve da CP

Mensagempor Pedro » quarta-feira, 29 novembro 2017 10:41

Eu ia sendo apanhado de surpresa, pelo que fica aqui o aviso: amanhã (30 de Novembro) há greve da CP, sem serviços mínimos. Nas palavras do revisor do comboio hoje, "ficarei surpreendido se houver comboios a circular".

Esta greve está a ser bastante menos divulgada que as anteriores... apanhei ontem uma menção nas notícias e hoje o revisor falou disso com um passageiro, mas fiquei com a ideia que a maioria das pessoas vai ser surpreendida amanhã.

Avatar do Utilizador
Ricky147
Lendário
Lendário
 
Mensagens: 1004
Registado: segunda-feira, 04 setembro 2006 11:53
Localização: Coimbra

Re: Greve da CP

Mensagempor Ricky147 » quarta-feira, 29 novembro 2017 14:58

Parece que, entretanto, foi desconvocada a greve marcada para amanhã. A falta de comboios aliada a um fim-de-semana prolongado, certamente seria uma bomba-relógio em termos de trânsito.
Ricardo Nuno

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 11798
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra

Re: Greve da CP

Mensagempor Pedro » quarta-feira, 29 novembro 2017 15:12

Ia agora deixar aqui essa actualização, também acabei de ler.

A parte curiosa é que a CP diz que houve comboios que foram suprimidos hoje de manhã devido à greve, e que é possível que a situação ocorra mais vezes durante o dia. A greve era só amanhã e já estavam a suprimir comboios hoje...? Deviam ter a mesma motivação para os horários. :p

Avatar do Utilizador
Pedro
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 11798
Registado: quarta-feira, 10 novembro 2004 21:07
Localização: Coimbra

Re: Greve da CP

Mensagempor Pedro » quinta-feira, 29 março 2018 19:29

Segunda-feira há greve nos comboios e sem serviços mínimos

O regresso ao trabalho depois da Páscoa na segunda-feira, 2 de Abril, promete ser atribulado para quem ande de comboio. Não só há uma greve marcada para esse dia como desta vez não foram estabelecidos serviços mínimos para o transporte de passageiros.

A paralisação envolve a Infra-estruturas de Portugal (IP, empresa que gere a rede ferroviária), apanhando assim os comboios da CP mas também os da Fertagus e os operadores de mercadorias. Os sindicatos ligados a esta empresa estatal querem um aumento salarial intercalar de 4% para os trabalhadores e recuperar poder de compra perdido, tal como, dizem, ocorreu na CP.

A 12 de Março, os sindicatos ligados a esta empresa estatal já tinham marcado um outro dia de greve, mas nessa altura o tribunal arbitral, ligado ao Conselho Económico e Social (CES), deliberou que deviam existir serviços mínimos devido ao risco de paralisação do transporte público e consequentes impactos sociais (como acesso a cuidados de saúde).

Agora, com um outro árbitro presidente, foi considerado que não há razão para determinar a existência de serviços mínimos no próximo dia 2 de Abril. Isto porque, de acordo com o árbitro presidente, a greve dura apenas um dia, e existem meios alternativos de transporte.

Assim, prevê-se que a perturbação na próxima segunda-feira seja maior do que a registada a12 de Março. Nesse dia, com os serviços a funcionar 25%, até às 22 horas só tinham sido efectuadas 328 ligações das 1355 previstas pela CP.

A decisão do árbitro presidente contou com uma declaração de voto vencido por parte do representante da IP, onde este diz que a “total ausência de circulação de comboios durante um período de 24 horas acarretará necessariamente a não satisfação de necessidades sociais impreteríveis” e que não existe “alternativa válida ao transporte ferroviário”.

Ao defender a existência de serviços mínimos, o responsável da IP sublinha que foi essa a decisão do tribunal arbitral relacionado com a greve de 12 de Março, “marcada pelos mesmos sindicatos nas mesas empresas [as do grupo IP] e com idênticos objectivos”.

Fonte: Público


Nada como uma grevezita para prolongar o fim-de-semana prolongado...


Voltar para Geral

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes